MOM TOP30 2017 Countdown - GALACTIC EMPIRE

By Gustavo Scafuro - dezembro 07, 2017



A franquia Star Wars fez a cabeça de várias gerações de jovens pelo mundo afora. É aceitável portanto, a existência de bandas como o Galactic Empire. Projeto que tem como o objetivo único,  reinterpretar de forma bombástica as principais trilhas compostas por John Willians para a saga de George Lucas. O resultado final é um makeover metálico hiper trampado, convincente e 100% instrumental, onde o senso de humor também se faz presente, de forma sutil e bem conseguida. Confira nos videos abaixo.




No Galactic Empire, os vilões da franquia ganham vida através de cópias idênticas e rebatizadas.
Boba Sett (bateria), Bass Commander (baixo), Dark Vader (guitar), Shadow Ranger (guitar), e Red Guard (guitar), são na verdade alter egos de produtores e músicos rodados da cena local no Estado da Pensilvânia, na Filadélfia (EUA). O quinteto surgiu meio que do nada no ano passado, com o video para o tema principal de "Star Wars", e mêses mais tarde com o video da icônica "The Imperial March".




Com o impacto inicial do lançamento dos singles nas plataformas digitais, e da ótima recepção por parte da grande mídia e público em geral, o grupo atinge rapidamente a marca de 10 milhões de views no youtube. Como toda essa atenção gerada, não perdem tempo e arrecadam fundos na ordem de 60 mil dolares para financiar o lançamento do debut (Kickstarter), e de quebra, colocar de pé a logística ousada de sua primeira tour. Este disco só existe por causa do apoio de 755 fãs que bancaram os custos de sua produção! Uma realidade cada vez mais corriqueira, onde a simbiose entre as partes garante novos produtos e ações, através de um sistema de contribuição/recompensa justo e funcional.

No geral, trata-se de uma releitura audio-visual que funciona como um todo, atendendo em especial aos anseios compulsivos da geração nerd que existe entre os fãs de música pesada. Afinal, vivemos um repaginar do século XX em pleno século XXI, e a música, é claro, acompanha essa trend  revivalista, semi-nostálgica e semi-oportunista das franquias, que por vezes nos aprisiona no loop de adaptações do universo pop da ficção científica. Será que vai ter trilogia também?

  • Share:

You Might Also Like

0 comments